Busque no forum:

Onde estou?  Fórum UOL Jogos > Vale Tudo
Compartilhe:
  • Enviar por e-mail
  • Orkut
  • Facebook
  • Twitter
  • Avalie:
17/10/2012 14:25

PANELA DOS POETERO

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 17/10/2012 14:25
Se eu fosse um padre - Mário Quintana

Se eu fosse um padre, eu, nos meus sermões,
não falaria em Deus nem no Pecado
-- muito menos no Anjo Rebelado
e os encantos das suas seduções,

não citaria santos e profetas:
nada das suas celestiais promessas
ou das suas terríveis maldições...
Se eu fosse um padre eu citaria os poetas,

Rezaria seus versos, os mais belos,
desses que desde a infância me embalaram
e quem me dera que alguns fossem meus!

Porque a poesia purifica a alma
...e um belo poema -- ainda que de Deus se aparte --
um belo poema sempre leva a Deus!
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 17/10/2012 15:32
deus ex - em msm pq, sonetino


daqui de onde tudo vejo
parado parece o tempo
não borra a pintura o vento
nem desperta-me o desejo

mas anseio e planejo
por mudança e movimento
porque a isso lamento
frente ao anseio fraquejo

salto para meu fim certo
e quanto mais chego perto
mais rápido tudo muda

toda calmaria atroz
ganhou jubilosa voz
na realidade desnuda
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 17/10/2012 16:45
no solo sob chuva
disputavam migalhas
um pombo e um mendigo

--
haicai meu, pq?


ando meio poeticamente fértil...
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 17/10/2012 21:46
Fotograma Descartável
no solo sob chuva
disputavam migalhas
um pombo e um mendigo

--
haicai meu, pq?


ando meio poeticamente fértil...




na urbana arena
digladiam-se por milho
pombo e maltrapilho



retrabalhei a idéia com mais lirismo e de quebra ainda deixei no formato 5-7-5
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 18/10/2012 13:18
malala - eu

sharia seja louvada
e enfie uma dinamite no * de todo fanático
e o leve para seu harém de 72 velhas virgens
para ser devorado no inferno
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 18/10/2012 13:33
Ecce Homo - Ary dos Santos, soneto


Desbaratamos deuses, procurando
Um que nos satisfaça ou justifique.
Desbaratamos esperança, imaginando
Uma causa maior que nos explique.

Pensando nos secamos e perdemos
Esta força selvagem e secreta,
Esta semente agreste que trazemos
E gera heróis e homens e poetas.

Pois Deuses somos nós. Deuses do fogo
Malhando-nos a carne, até que em brasa
Nossos sexos furiosos se confundam,

Nossos corpos pensantes se entrelacem
E sangue, raiva, desespero ou asa,
Os filhos que tivermos forem nossos.




bacana, não conhecia esse poeta português. mais alguns dele:

http://users.isr.ist.utl.pt/~cfb/VdS/ary.dos.santos.html
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 18/10/2012 13:56
classe mérdia - eu msm pq

seu burguês fedorento
a preguiça mental te acomoda
em pequenos cômodos sem requinte
onde jazem sarcófagos do lugar-comum
tua crueza de expressão
tua pobreza de pensamento
tua economia de coragem para viver
te aprisionam em cubículos de bem-estar
haréns de sorridentes pelassacos
sempre prontos para concordar
com teu último fétido achado
no fundo da privada




tô revoltado hoje, fazer o que...
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Satanarchrist

Mensagens: 14911
Cadastro: 20/09/2007

Nível 3

Mensagem publicada em 18/10/2012 13:58
nossa dei o c­u 4 vezes seguidas qd cliquei no topico nao entrem

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 18/10/2012 14:00
Satanarchrist
nossa dei o c­u 4 vezes seguidas qd cliquei no topico nao entrem

aí é problema seu, feros
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 19/10/2012 11:19
sushibar (5 haicais meus ao molho shoyu)



raio de sol
espia casal pela fresta
inflamado co'a seresta




na urbana arena
degladiam-se por milho
pombo e maltrapilho




vozes em trânsito
rosnam apressadas ao seu fim
silêncio cândido



borboleta morta
no asfalto jubilosa jaz
acena em paz




canta a cotovia
pousada, ressabiada
não quer fotografia




Mensagem editada pelo usuário Fotograma Descartável em 19/10/2012 13:07.
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Bobiskirt

Mensagens: 3401
Cadastro: 15/10/2012

Nível 3

Mensagem publicada em 19/10/2012 11:28
meneninnopacin
entrei co pao na mao

Assinatura
Já negociei com:
FigPag, Kermais?, Rodrigo138, D.Zap, The_Fuzileiro

Tópico de recomendações:
http://beta.forum.jogos.uol.com.br/mensagens/?query=6896836

E mais de 25 trocas no Troca Jogo.

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 20/10/2012 20:55
Poema da gare de Astapovo - Mario Quintana

O velho Leon Tolstoi fugiu de casa aos oitenta anos
E foi morrer na gare de Astapovo!
Com certeza sentou-se a um velho banco,
Um desses velhos bancos lustrosos pelo uso
Que existem em todas as estaçõezinhas pobres do mundo,
Contra uma parede nua...
Sentou-se... e sorriu amargamente
Pensando que
Em toda a sua vida
Apenas restava de seu a Glória,
Esse irrisório chocalho cheio de guizos e fitinhas
Coloridas
Nas mãos esclerosadas de um caduco!
E então a Morte,
Ao vê-lo sozinho àquela hora
Na estação deserta,
Julgou que ele estivesse ali à sua espera,
Quando apenas sentara para descansar um pouco!
A Morte chegou na sua antiga locomotiva
(Ela sempre chega pontualmente na hora incerta...)
Mas talvez não pensou em nada disso, o grande Velho,
E quem sabe se até não morreu feliz: ele fugiu...
Ele fugiu de casa...
Ele fugiu de casa aos oitenta anos de idade...
Não são todos os que realizam os velhos sonhos da infância!



Quintana é voda. Só ele para dar um fim apropriado para um grande escritor
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Xedelba

Mensagens: 3430
Cadastro: 11/12/2011

Nível 3

Mensagem publicada em 20/10/2012 21:11
Sentimento do Mundo - Carlos Drummond de Andrade

Tenho apenas duas mãos
e o sentimento do mundo,
mas estou cheio escravos,
minhas lembranças escorrem
e o corpo transige
na confluência do amor.

Quando me levantar, o céu
estará morto e saqueado,
eu mesmo estarei morto,
morto meu desejo, morto
o pântano sem acordes.

Os camaradas não disseram
que havia uma guerra
e era necessário
trazer fogo e alimento.
Sinto-me disperso,
anterior a fronteiras,
humildemente vos peço
que me perdoeis.

Quando os corpos passarem,
eu ficarei sozinho
desfiando a recordação
do sineiro, da viúva e do microcopista
que habitavam a barraca
e não foram encontrados
ao amanhecer

esse amanhecer
mais noite que a noite.


Mensagem editada pelo usuário Xedelba em 20/10/2012 21:12.

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 23/10/2012 13:02
miniaturas acanhadas (10 miniaturas)

ode ao café
cafeína vai subindo
e os olhos vão inchando
lá se foi a noite em pranto
e saúdo um dia lindo





ode a carvalho
a direita seguia em frente
atrás, Olavo de Carvalho
idéias suas, sorridente
semeava com seu **





precipitado
fraquejei em meu caminho
esperei minha queda em vão
meu mundo ruiu, sozinho
vou voando, sem um chão





faísca
a faísca quando solta incendeia
e só mais fogo pode contra fogo
e cá e lá voleia nesse jogo
quem quer que leia e pena devaneia






certo
muita gente faz Direito
porque muita gente faz errado
e aí está um potencial mercado





labuta
a chuva escorregava forte a ladeira
a chaleira assobiava pro café
à pé trazia com labuta o trabalho
assoalho diário que sempre suja





haicai pisoteado
nos olhos nuvens
no pé tragédia funesta
moscas na *





haicai transitório
sinal vermelho
pedestres em marcha lenta
batom corre ligeiro





psalmo
uma salva de palmas pro salvador
por ele palmo a palmo fui salvo
da selva de palmas dos psalmos
salvo lido engano





paz
a paz
aquela capataz
da morte que jaz
na vida do incapaz




Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 24/10/2012 16:04
necroses (6 pústulas azedas para estômagos fortes)


sepulcro sacro refúgio
da flor que aflora no luto
pouco se diz
afora que seduz
quem no escuro tumular reluz



é essa hora que nunca chega
que quando chega já é tarde demais
no último raiar do ponteiro



zumbis à espreita nas ruas
tez carcomida, olhos vidrados
sem voz, coração aos farrapos
esmolam olhares
ébrios de agruras



sortilégios sortidos
sorveram almas sórdidas
como sorvetes vertidos
com gula e sacrilégio



rastejam e pululam vermes
fartando-se de feridas
expostas e repartidas
por lobos em cordeira derme



pequenas vozes cansadas
quedam roucas silenciadas
abaixo d'alta sombra do Parnaso
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 25/10/2012 11:25
coincidente - eu msm pq

a igreja só trocou Zeus por Deus
Sócrates platônico por Jesus dos milagres
e Musas de volúpias por mil padres
mas o vinho de Baco permaneceu


http://forum.jogos.uol.com.br/agora-e-oficial-o-mito-da-inquisicao-e-derrubado_t_1878570?page=1#41882297

Mensagem editada pelo usuário Fotograma Descartável em 25/10/2012 15:22.
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 25/10/2012 15:22
Via Láctea - Canto XIX - Olavo Bilac

Sai a passeio, mal o dia nasce,
Bela, nas simples roupas vaporosas;
E mostra às rosas do jardim as rosas
Frescas e puras que possui na face.

Passa. E todo o jardim, por que ela passe,
Atavia-se. Há falas misteriosas
Pelas moitas, saudando-a respeitosas...
É como se uma sílfide passasse!

E a luz cerca-a, beijando-a. O vento é um choro...
Curvam-se as flores trêmulas... O bando
Das aves todas vem saudá-la em coro...

E ela vai, dando ao sol o rosto brando,
Às aves dando o olhar, ao vento o louro
Cabelo, e às flores os sorrisos dando..




pq Bilac precisa ser sorvido aos poucos...
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 28/10/2012 12:44
Estrela da Tarde - Ary dos Santos, "letra"


Era a tarde mais longa de todas as tardes que me acontecia
Eu esperava por ti, tu não vinhas, tardavas e eu entardecia
Era tarde, tão tarde, que a boca, tardando-lhe o beijo, mordia
Quando à boca da noite surgiste na tarde tal rosa tardia

Quando nós nos olhámos tardámos no beijo que a boca pedia
E na tarde ficámos unidos ardendo na luz que morria
Em nós dois nessa tarde em que tanto tardaste o sol amanhecia
Era tarde de mais para haver outra noite, para haver outro dia

Meu amor, meu amor
Minha estrela da tarde
Que o luar te amanheça e o meu corpo te guarde
Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza
Se tu és a alegria ou se és a tristeza
Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza

Foi a noite mais bela de todas as noites que me adormeceram
Dos nocturnos silêncios que à noite de aromas e beijos se encheram
Foi a noite em que os nossos dois corpos cansados não adormeceram
E da estrada mais linda da noite uma festa de fogo fizeram

Foram noites e noites que numa só noite nos aconteceram
Era o dia da noite de todas as noites que nos precederam
Era a noite mais clara daqueles que à noite amando se deram
E entre os braços da noite de tanto se amarem, vivendo morreram

Eu não sei, meu amor, se o que digo é ternura, se é riso, se é pranto
É por ti que adormeço e acordo e acordado recordo no canto
Essa tarde em que tarde surgiste dum triste e profundo recanto
Essa noite em que cedo nasceste despida de mágoa e de espanto

Meu amor, nunca é tarde nem cedo para quem se quer tanto!




é, esse Ary dos Santos precisa ser mais propagado
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 28/10/2012 12:50
e já que por aqui ando, acho esse genuinamente magistral...



Um errante palhaço - Vóny Ferreira

Já fui um errante palhaço
Num circo pobre e sem público
Bati palmas a mim mesma
Só pra espantar a solidão.

Já dormi no frio do chão
Na ânsia de contar as estrelas
E quando o cansaço me venceu
Tapei meu cansaço com pedras.

Já fui um errante palhaço
Num circo onde a morte sorria
Um anjo triste escorraçado
Pelas mãos mais gélidas da chuva.




Mensagem editada pelo usuário Fotograma Descartável em 28/10/2012 12:51.
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10785
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 29/10/2012 11:25
sirigaitas descalças - eu msm pq


afago o cão
e se paro
ladra, pede mais e mais
do fundo do coração
com ganidos
bestiais




de todos os lenços molhados
que enfeitam meu cesto de lixo
sempre que pernas partem de lado
e vozes por capricho gemem
satisfizeram-me tão somente
aqueles que levam meu sêmen




sirigaita descalça
aos meus ouvidos versos
sopra, cansa e perverso
mais a TV a exalta




a sílfide de prata
de ouro e jóias adornada
jazia no escuro nua
fria e dura

a lápide era de pedra
lascada e banhada
asceta que era
de lua pura

fez-se mito ainda na mocidade
despedindo-se na vã idade
da vida vaidética
sem uma cura




atrofiado instrumento da voz
desafinava a tudo e a todos
vivia sem paz em meio a tolos
desde que da vida ouviu-lhe a canção
perfurando-lhe atroz o coração



Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4
Quem está online
0 usuários cadastrados e 1 visitantes.

Busque no forum:

Onde estou?  Fórum UOL Jogos > Vale Tudo
Média geral    4.0 (69 votos)

48 votos (69.56%)

Excelente

0 votos (0.0%)

Ótimo

0 votos (0.0%)

Bom

0 votos (0.0%)

Regular

21 votos (30.43%)

Ruim