Busque no forum:

Onde estou?  Fórum UOL Jogos > Vale Tudo
Compartilhe:
  • Enviar por e-mail
  • Orkut
  • Facebook
  • Twitter
  • Avalie:
30/09/2012 22:26

PANELA DOS POETERO

Lok0 de Linguis@

Mensagens: 23267
Cadastro: 01/01/2012

Nível 6

Mensagem publicada em 30/09/2012 22:26
Beijo pouco, falo menos ainda.
Mas invento palavras
que traduzem a ternura mais funda
E mais cotidiana.
inventei, por exemplo, o verbo teadorar.
Intransitivo
Teadoro, Teodora.

Neologismo - Manuel Bandeira
Assinatura
ziriguidum

lipao_

Mensagens: 9378
Cadastro: 08/03/2009

Nível 3

Mensagem publicada em 30/09/2012 22:27
Lok0 de Linguis@
Lembrei dessa

Febre, hemoptise, dispnéia e suores noturnos.
A vida inteira que podia ter sido e que não foi.
Tosse, tosse, tosse.

Mandou chamar o médico:
- Diga trinta e três.
- Trinta e três... trinta e três... trinta e três...
- Respire.

- O senhor tem uma escavação no pulmão esquerdo e o pulmão direito infiltrado.
- Então, doutor, não é possível tentar o pneumotórax?
- Não. A única coisa a fazer é tocar um tango argentino.



quem sabe a história dessa cara fica bem triste mesmo

Johnny Suxxx and the Fucking Boys

Mensagens: 416
Cadastro: 08/03/2010

Nível 0

Mensagem publicada em 30/09/2012 22:27
O capoeira - Oswald de Andrade


Qué apanhá sordado?
O quê?
Qué apanhá?
Pernas e cabeças na calçada.


Mensagem editada pelo usuário Johnny Suxxx and the Fucking Boys em 30/09/2012 22:39.
Assinatura
Last_Fm
twister
Little Looser
Um autógrafo pro Johnny, um dos user mais simpáticos do VT. Beijão. ;*

The_Vision
Um autografo pro user com nome comprido e com mensagem subliminar.Meu segundo autografo

amber
Um autógrafo pro MacacoMutante, com um beijo e um abraço acompanhando o autógrafo.

Lok0 de Linguis@

Mensagens: 23267
Cadastro: 01/01/2012

Nível 6

Mensagem publicada em 30/09/2012 22:32
Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.
Assinatura
ziriguidum

Fotograma Descartável

Mensagens: 10709
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 30/09/2012 22:36
Augusto dos Anjos - Versos íntimos

Vês?! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão -- esta pantera --
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!



postado incompleto pelo "Lost Sony", consertei

muito conhecido, também. Professores costumam apresentá-los a alunos porque os versos mórbidos do Augusto dos Anjos ressoam bem com almas juvenis rebeldes...


Mensagem editada pelo usuário Fotograma Descartável em 30/09/2012 22:42.
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10709
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 30/09/2012 22:44
Johnny Suxxx and the Fucking Boys
O capoeira - Oswald de Andrade


Qué apanhá sordado?
O quê?
Qué apanhá?
Pernas e cabeças na calçada.



esses velhos modernistas...

mictório como arte não dava pra engolir naquela época e nem hoje ainda...
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Blue Manjester

Mensagens: 7035
Cadastro: 30/10/2011

Nível 4

Mensagem publicada em 30/09/2012 22:46
fei tor
olavo bilac n é aquele user parnasiano

bom user
Assinatura
Lassie
Tem que falar isso pra ela. Não aqui no VT. Vira homem!


frigorifks
Em tempos de guerra qualquer buraco é trincheira


Minha análise sobre a série A Torre Negra

4hrs21min

Mensagens: 1575
Cadastro: 29/09/2012

Nível 2

Mensagem publicada em 30/09/2012 22:49
q beleza
Assinatura
Eu não direi nada, mas posso pensar o que eu quiser.
4:21 da manhã - hora inesquecível.

24/10/2012: Então, oficialmente começo a Liga do fórum UOL, meu amigo Paradox está fazendo um ranking e uma tabela, então, por favor peço para me mandarem todos os resultados das lutas para fazermos o ranking dos melhores ginásios.

Fotograma Descartável

Mensagens: 10709
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 30/09/2012 22:50
fei tor
olavo bilac n é aquele user parnasiano

um dos nossos poetas-mor, ele mesmo, o cara do Hino da Bandeira:


Hino da Bandeira - Olavo Bilac

1:
Salve, lindo pendão da esperança,
Salve, símbolo augusto da paz!
Tua nobre presença à lembrança
A grandeza da Pátria nos traz.

(Refrão:)
Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

2:
Em teu seio formoso retratas
Este céu de puríssimo azul,
A verdura sem par destas matas,
E o esplendor do Cruzeiro do Sul.

(Refrão:)
Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

3:
Contemplando o teu vulto sagrado,
Compreendemos o nosso dever;
E o Brasil, por seus filhos amado,
Poderoso e feliz há de ser.

(Refrão:)
Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

4:
Sobre a imensa Nação Brasileira,
Nos momentos de festa ou de dor,
Paira sempre, sagrada bandeira,
Pavilhão da Justiça e do Amor!

(Refrão:)
Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Ch3valier

Mensagens: 22749
Cadastro: 15/01/2011

Nível 5

Mensagem publicada em 30/09/2012 22:52
Jamais Serei Silenciado
pegando a primeira

Assinatura
Lastfm


Pancheri
Clitóris? É um novo Pokémon?

Fotograma Descartável

Mensagens: 10709
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 30/09/2012 22:52
Lok0 de Linguis@
Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

Drummond

bom poema
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10709
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 30/09/2012 23:02
Poema em linha recta - Álvaro de Campos

Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo,
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cómico criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado,
Para fora da possiblidade do soco;
Eu que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu que verifico que não tenho par nisto neste mundo.

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo,
Nunca teve um acto ridículo, nunca sofreu um enxovalho,
Nunca foi senão - princípe - todos eles princípes - na vida...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana,
Quem confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó princípes, meus irmãos,

Arre, estou farto de semideuses!
Onde há gente no mundo?

Então só eu que é vil e erróneo nesta terra?

Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
Eu, que tenho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.





Álvaro de Campos é um dos heterônimos de Fernando Pessoa, o poeta português que fazia autopsicografia.
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10709
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 01/10/2012 10:28
Da calúnia - Mario Quintana, quadra

Sorri com tranquilidade
Quando alguém te calunia.
Quem sabe o que não seria
Se ele dissesse a verdade...
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10709
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 01/10/2012 11:57
Ode a Carvalho - eu msm pq, quadra

a direita seguia em frente
atrás, Olavo de Carvalho
idéias suas, sorridente
semeava com seu c4ralho

Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10709
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 01/10/2012 14:59
Drês - Nando Reis


Três dias atrás
Tudo era diferente
Três dias pra frente
Nada vai ficar igual
E eu tenho medo

É longe demais
Leva muito tempo
Ficou aqui dentro
Não some nunca mais
Foi muito cedo

Somos vegetais
Da flor a semente
Há pedra na gente
Efervescentes minerais
De ouro e vento

Terrenos mortais
Eternos no presente
Impérios latentes
dos tempos ancestrais
sonho e segredo

Três dias a mais
Todos drês e urgentes
Três dias somente
Poucos mas fundamentais
Eu te desejo
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Caco`

Mensagens: 19340
Cadastro: 03/09/2010

Nível 5

Mensagem publicada em 01/10/2012 15:03
MAYKE E VC E
Assinatura
VIVENDO PERIGOSAMENTE
O REI DA PAQUERA

Lost Sony

Mensagens: 3127
Cadastro: 24/12/2011

Nível 3

Mensagem publicada em 01/10/2012 15:12
Fotograma Descartável
Augusto dos Anjos - Versos íntimos

Vês?! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão -- esta pantera --
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!



postado incompleto pelo "Lost Sony", consertei

muito conhecido, também. Professores costumam apresentá-los a alunos porque os versos mórbidos do Augusto dos Anjos ressoam bem com almas juvenis rebeldes...


Deu um bug louco na hora que postei isso, mandei incompleto assim mesmo. Mas obrigado cara.

Assinatura
Aliança Anti-Nintendo


O homem que adorava quotar

Fotograma Descartável

Mensagens: 10709
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 02/10/2012 09:43
Pirata Possesso - Luis R Santos (aquazulis), soneto

Quando te aninhas no meu colo arfando
Logo o lábio, o seio, o ventre em flor,
Arautos mudos da paixão e do amor,
Conluiem delícias, corpos amando,

Fragatas que zarpam de quando em quando,
Por mar de corais e ondas de calor;
Sargaços em duelos, virgens em furor
E um pirata possesso no comando.

O meu colo, que antes era deserto,
É mar que abriga teu mar de marés
Prenhes e mormaços sob um céu aberto.

És linho, és seda e vela das galés
Que o mastro impele por rumo encoberto,
E eu pirata espiando-te do convés.



esse cara é um sonetista moderno fenomenal. Seus temas favoritos são a paixão e a morbidez da morte. Um só não faz juz, mas fica esse por ora.
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fotograma Descartável

Mensagens: 10709
Cadastro: 21/08/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 02/10/2012 23:32
Alma Perdida - Florbela Espanca, soneto

Toda esta noite o rouxinol chorou,
Gemeu, rezou, gritou perdidamente!
Alma de rouxinol, alma da gente,
Tu és, talvez, alguém que se finou!

Tu és, talvez, um sonho que passou,
Que se fundiu na Dor, suavemente...
Talvez sejas a alma, a alma doente
Dalguém que quis amar e nunca amou!

Toda a noite choraste... e eu chorei
Talvez porque, ao ouvir-te, adivinhei
Que ninguém é mais triste do que nós!

Contaste tanta coisa à noite calma,
Que eu pensei que tu eras a minh'alma
Que chorasse perdida em tua voz!...



do Livro de Mágoas da poetisa portuguesa
Assinatura
PSN: fotorama (sem G)
LEITURA 2017

panela dos indies

panela if

PS4

Fiona Gostosa

Mensagens: 2991
Cadastro: 07/07/2012

Nível 3

Mensagem publicada em 02/10/2012 23:40
Meu sonho - Álvares de Azevedo

EU

Cavaleiro das armas escuras,
Onde vais pelas trevas impuras
Com a espada sanguenta na mão?
Porque brilham teus olhos ardentes
E gemidos nos lábios frementes
Vertem fogo do teu coração?

Cavaleiro, quem és? o remorso?
Do corcel te debruças no dorso....
E galopas do vale através...
Oh! da estrada acordando as poeiras
Não escutas gritar as caveiras
E morder-te o fantasma nos pés?

Onde vais pelas trevas impuras,
Cavaleiro das armas escuras,
Macilento qual morto na tumba?...
Tu escutas.... Na longa montanha
Um tropel teu galope acompanha?
E um clamor de vingança retumba?


tá fod4 n dá, pra por tdo


http://www.jornaldepoesia.jor.br/avz5.html#meusonho

Mensagem editada pelo usuário Fiona Gostosa em 02/10/2012 23:45.
Assinatura
Panela Arctic Monkeys - Because I bet that you look good on the dancefloor

*HURLEY*
Animais>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>lixo>>>>>>>>>>>>>>>ser humano

Quem está online
0 usuários cadastrados e 1 visitantes.

Busque no forum:

Onde estou?  Fórum UOL Jogos > Vale Tudo
Média geral    4.0 (69 votos)

48 votos (69.56%)

Excelente

0 votos (0.0%)

Ótimo

0 votos (0.0%)

Bom

0 votos (0.0%)

Regular

21 votos (30.43%)

Ruim